Mulheres e monoculturas de árvores

A violência sexual e a perda de acesso à terra e à água são impactos específicos que as mulheres enfrentam quando as grandes plantações de árvores se apropriam da terra das comunidades. Uma vez criadas, essas plantações industriais interferem na produção de alimentos e na liberdade das mulheres de circular livremente em suas próprias terras. É por isso que, em muitos lugares afetados pelas plantações, as mulheres lideram a organização das comunidades e a defesa de seus territórios.

Outra informação 25 Outubro 2023
O vídeo “Uganda: Resistir às Plantações Industriais de Dendê” destaca a resistência das comunidades nas ilhas de Buvuma, em Uganda.
Multimídia 28 Julho 2023
No sul do México, organizações de mulheres travam uma luta para conter o avanço das monoculturas de dendê.
Artigos de boletim 22 Julho 2023
Organizações de mulheres resistem ao avanço de uma monocultura que invade suas terras e gera escassez e contaminação da água. Neste podcast, elas explicam a situação que estão vivendo e sua luta. O trabalho foi realizado pelos grupos Mujeres de la Costa de Chiapas ante la Palma Aceitera e Mujeres de la Costa en Rebeldía, em colaboração com o WRM.
Artigos de boletim 30 Março 2023
No mês do Dia Internacional da Mulher, este editorial reflete sobre um tema central para o WRM: por que o feminismo é importante nas lutas pelas florestas? As lutas feministas colocam a vida no centro e mostram que, para defender as terras e as florestas, é preciso transformar as relações de poder.
Artigos de boletim 30 Março 2023
Neste mês de março, lembramos de um boletim que denuncia as camadas de opressão enfrentadas pelas mulheres que vivem no entorno das plantações.
Multimídia 22 Março 2023
A empresa de plantação de dendê Socfin trouxe violência e opressão a vários países africanos. Serra Leoa não é exceção. Disponível apenas em inglês.
Artigos 8 Março 2023
No Dia Internacional da Mulher, compartilhamos uma série de artigos e materiais audiovisuais com várias histórias de luta em Serra Leoa, Uganda, México, Brasil, Argentina e Índia.
Artigos de boletim 16 Janeiro 2023
As plantações de dendezeiros são a principal causa do desmatamento no sudeste do México. Uma rede de mulheres em Chiapas se organizou para denunciar as táticas de coerção e fraude usadas pelo Estado e pelas empresas para que os camponeses aceitem a monocultura em suas terras. A luta delas é pela terra, por seus saberes e para que suas vozes sejam ouvidas.
Artigos de boletim 16 Janeiro 2023
A empresa de plantação de dendezeiros Socfin é sinônimo de violência e opressão para as comunidades que afetou em vários países africanos. Serra Leoa não é exceção. Em um trabalho conjunto com Aminata Finda Massaquoi, jornalista e coordenadora nacional da WORNAPI, uma rede de defesa dos direitos das mulheres, o WRM está lançando um podcast para dar destaque às vozes das mulheres que convivem com os impactos das plantações industriais.
Artigos de boletim 11 Outubro 2022
Na ilha de Kalangala, em Uganda, as plantações de dendezeiros da BIDCO, empresa que tem como uma das proprietárias a multinacional Wilmar, causaram impactos devastadores. A BIDCO planeja expandir suas atividades para a Ilha de Buvuma, mas continua enfrentando forte oposição organizada! Assista a um pequeno vídeo com testemunhos de resistência da Ilha de Buvuma.
Artigos de boletim 11 Outubro 2022
Por ocasião do 21 de setembro de 2022, Dia Internacional de Luta Contra as Monoculturas de Árvores, o WRM lançou o documento “12 respostas a 12 mentiras sobre plantações industriais de árvores”.
Publicações 21 Setembro 2022
Esta publicação que denuncia as afirmações enganosas mais comuns usadas atualmente pelas empresas de plantações. O documento é baseado em “Dez respostas a dez mentiras”, escrito por Ricardo Carrere em 1999.