Esquemas de certificação

“Continuem comprando!” Essa é a mensagem que os esquemas de certificação promovem. Sempre que um produto industrial ou agrícola cai em descrédito, em pouco tempo surge uma iniciativa de certificação voluntária. Os esquemas de certificação permitem a expansão do controle empresarial sobre terras de comunidades. Além disso, nenhum deles foi capaz de resolver conflitos entre as comunidades e as empresas que tomaram seus territórios. A contribuição desses esquemas para a redução de danos ecológicos também continua sendo ilusória, principalmente onde as plantações de monoculturas industriais recebem selos “verdes”.

A empresa Palmas del Ixcán impôs-se na Guatemala com o que as comunidades chamam de “expropriação sistemática”. Apesar da criminalização, a resistência ganha cada vez mais força.