Mulheres na resistência

Quando as florestas são destruídas, as mulheres das comunidades que dependem delas são atingidas com muita força: suas condições de vida são especialmente precárias, e obter alimentos, medicamentos, materiais e água potável fica ainda mais difícil. Os conhecimentos e a sabedoria tradicionais que as mulheres transmitem ao longo de gerações também são colocados em risco. É por isso que elas costumam estar na vanguarda da resistência contra a destruição das florestas.

A Rede de Organizações de Mulheres de Tirúa, no centro-sul do Chile, está implementando estratégias para que a vida prevaleça em um território fragilizado pela invasão intensa de plantações de árvores, que continuam sendo incentivadas pelas políticas de Estado.